As vezes confundo-me no curso!

24.3.15



As vezes parece-me que os meus professores se esquecem que estamos em engenharia! Metem-nos enunciados dignos de uma curso de literatura em que temos de passar o tempo todo a avaliar o que o autor ou o sujeito querem dizer mas não dizem explicitamente. As vezes escrevem uma coisa mas esperam outra coisa completamente diferente... e nós que nos amanhemos! No entanto, o resultado do trabalho tem de ser ao nível de engenharia: claro e explicito! 

Afinal esta coisa da engenharia não está a ser nada bilateral... Se quiseres ambiguidades ia para literaturas estudar o amigo pessoa e os seus heterónimos! 

You Might Also Like

7 comentários

  1. Realmente, deviam fazer os enunciados claros e específicos ...
    Passatempo: Giveaway de Primavera

    ResponderEliminar
  2. Eu não estou em engenharia, mas acontece-me o mesmo, passo mais tempo a decifrar os enunciados do que a resolver exercícios :o

    ResponderEliminar
  3. Acho que esse é um mal geral de professores

    ResponderEliminar
  4. Não estou numa engenharia mas acontece-me o mesmo...

    ResponderEliminar
  5. Welcome to the real world! Quando lidares directamente com clientes vais dar razão aos teus professores! :)

    ResponderEliminar
  6. Isso é tão verdade! Na cadeira de base de dados o enunciado foi tão lindo e profundo que pensei estar a ler algo digno de um Nobel. Só que não.

    Melhor que isso só mesmo quando interpretas o enunciado de uma maneira, vais falar com o engenheiro sobre a tua interpretação e ele diz que não é assim. E quando tentas defender o teu trabalho ele ainda responde "ora, não está aqui a ver nas entrelinhas que eu estou a dar uma pista?". Fazem-me lembrar as aulas de português em que a professora dizia que um "vestido preto" sugeria desespero, obscuridade, blá blá blá, quando para mim o autor poderia gostar simplesmente de vestidos pretos. Sem nenhum duplo significado.

    ResponderEliminar
  7. Os professores esperam coisas de nós que mal conseguimos imaginar!

    ResponderEliminar